sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Jogadores, dirigentes e imprensa esportiva elogiam gramado do Joia


O Estádio Joia da Princesa já foi palco de três partidas do Campeonato Baiano de Futebol 2017. Mando de campo dos times da cidade na elite do certame estadual, Bahia de Feira e Fluminense de Feira, o gramado da praça esportiva tem sido bastante elogiado por atletas, dirigentes e profissionais da imprensa.

 O radialista Wilson Passos, um dos cronistas esportivos mais experientes da imprensa regional, e conhecedor de todas as praças esportivas do estado e de várias outras cidades do país, afirma que o estádio feirense tem o melhor gramado do Campeonato Baiano, superando inclusive as modernas arenas da capital. "E isso é um orgulho para Feira de Santana", completa.

 O grande craque do Fluminense de Feira, o jogador Jorge Wagner, que já jogou em grandes clubes do país e no exterior, disse que o campo do Joia não deve nada a nenhum gramado do Brasil. "Feira de Santana ganha muito com isso, o futebol baiano ganha, e os jogadores agradecem por poder jogar nesse tapete", salientou.

 O "tapete verde" tem sido elogiado também por dirigentes de clubes de outras cidades. O presidente do Esporte Clube Jacuipense, Felipe Sales, parabenizou o Governo Municipal tanto pela reforma no estádio, como pela manutenção. "Tive a oportunidade de conhecer todo o sistema de manutenção do gramado, o serviço que é feito cuidadosamente, é algo de primeiro mundo. A Prefeitura de Feira de Santana está de parabéns", ressaltou.

 Neste domingo o estádio receberá mais um importante jogo. O Bahia de Feira recebe um dos grandes times do futebol baiano, o Esporte Clube Vitória. "É mais um jogo que promete um bom público e estamos prontos para receber essa partida, que envolve uma das equipes da elite do futebol nacional na atualidade. E com certeza mais uma vez nosso gramado será bastante elogiado", destacou o diretor do Departamento de Esportes do Município, Emerson Brito.

Menos da metade dos veículos do transporte escolar compareceram à vistoria obrigatória


Apesar da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) ter prorrogado o prazo para vistoria dos veículos que realizam o transporte de estudantes no município para esta sexta-feira, 17, apenas 43 veículos de 111 credenciados foram levados ao pátio da SMTT, até a manhã de hoje.

 O titular da pasta, secretário Pedro Boaventura afirma que os veículos que não passarem pela vistoria poderão ser enquadrados como transporte irregular de passageiros e terão suas autorizações cassadas.

 A fiscalização confere as condições gerais do veículo, como equipamentos de segurança, padronização do veículo, as condições das lanternas e faróis e o tacógrafo, cinco de segurança e outros equipamentos exigidos pelo Contran. São ao todo 57 itens inspecionados. Os documentos do veículo e do condutor também são exigidos.

 Há dez anos realizando o transporte de estudantes, Dilson de Souza levou seu veículo, na manhã de hoje, para passar pela vistoria. “Acho importante essa inspeção, uma vez que transportamos pessoas em nossos veículos e devemos oferecer a total segurança para elas”, considera. A vistoria teve inicio no dia 23 de janeiro. Ao final da inspeção, os veículos recebem um adesivo comprovando a vistoria.

Policlínicas e UPA registraram mais de 37 mil atendimentos somente em janeiro


Mais de 37 mil atendimentos foram registrados nas sete Policlinicas situadas nos bairros e distritos do município, e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Mangabeira, somente no mês de janeiro. Deste total, foram realizadas 66 transferências de adultos e 16 de crianças para outras unidades (0,2%).

 A coordenadora Geral das Policlínicas, Evani Cerqueira, observa que boa parte dos pacientes que chegam a estas unidades poderiam ter se dirigido inicialmente à Atenção Primária, que são as Unidades de Saúde da Família. "Isso acaba gerando uma sobrecarga nas policlínicas", considera.

 A supervisora das Policlínicas, Michele Teixeira, salienta que o atendimento é assegurado a 100% das pessoas que buscam o serviço de urgência e emergência na rede municipal. "Entretanto avaliamos que essa grande demanda, comparada ao número de transferências para unidades de alta complexidade, é fruto de um comportamento hospitalocêntrico".

 Em Feira de Santana, além da UPA do Bairro Mangabeira, o atendimento de urgência e emergência é garantido nas policlínicas situadas nas localidades: Feira X, George Américo, distrito de Humildes, Parque Ipê, Rua Nova, Upa Mangabeira, Tomba e distrito Maria Quitéria.

Estudantes da rede estadual ganham bolsas de iniciação científica do CNPq

Dez estudantes da rede estadual dos colégios ligados ao Território de Identidade Sertão do São Francisco ganharam bolsa de pesquisa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) – ação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), realizada em parceria com a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Os alunos foram selecionados graças à relevância social dos projetos de pesquisas desenvolvidos em sala de aula durante o ano letivo 2016, no âmbito do Ciência na Escola, projeto estruturante da Secretaria da Educação do Estado da Bahia.

 As experimentações científicas terão continuidade a partir do mês de março, quando os bolsistas passarão a frequentar a Univasf, no turno oposto à aula regular. Em contrapartida, os professores da universidade frequentarão às escolas desses estudantes, por meio dos Clubes de Ciências de cada unidade envolvida, com o objetivo de contribuir com o processo de ensino e aprendizagem.

 “A proposta é que se estabeleça uma relação intrínseca entre a realidade dos estudantes e o conhecimento produzido na universidade. Essa experiência de iniciação científica alcançará, efetivamente, os bolsistas, mas será disseminada por toda a escola por eles, que irão compartilhar as ações desenvolvidas com os colegas e com a comunidade do entorno, por meio de palestras, oficinas, cineclube e outras atividades”, destaca a professora formadora do Ciência na Escola, em Juazeiro, Vanessa Chaves.

 Os estudantes foram selecionados por especialistas da Univasf durante a I Mostra de Iniciação Científica do Sertão do São Francisco, realizada em setembro de 2016, envolvendo estudantes das escolas estaduais da área do Núcleo Regional de Educação 10 (NRE 10). Além de trabalhos na área de Ciências Humanas, os estudantes apresentaram projetos nas áreas de Ciências Exatas e da Natureza.

 Veja aqui os primeiros colocados por área:

 Ciências Humanas: Visão Além do Alcance - Colégio Democrático Estadual Professora Florentina Alves dos Santos (Codefas) - Juazeiro.

 Ciência Exatas: Valorização Sustentável do Bioma Caatinga – Colégio Estadual Rui Barbosa - Juazeiro

 Ciências da Natureza: Veículo Lançador de Sementes – Acompanhamento, Mapeamento e Recuperação de Áreas Degradadas - Colégio Estadual Maria José de Lima Silveira - Sobradinho.

Projeto de Lei amplia número de beneficiados em Prêmio por Desempenho Policial

Governo envia à Assembleia Projeto de Lei que amplia número de beneficiados pelo Prêmio por Desempenho Policial

O governador Rui Costa enviou, nesta sexta-feira (17), à Assembleia Legislativa Projeto de Lei que altera o Prêmio por Desempenho Policial (PDP). A nova proposta diminui o número de faixas de premiação para quatro, ao mesmo tempo que possibilita que um maior número de unidades e seus policiais que passem a ser beneficiados nas faixas com os maiores valores do Prêmio.

 Uma das novidades é que, com a mudança, todas as unidades que atingirem 100% da meta de 6% de redução dos crimes violentos letais intencionais receberão o valor máximo (PDP 1). Pela lei em vigor, apenas os 10 primeiros colocados têm direito ao valor mais alto.

 As unidade que alcançarem pelo menos metade da meta, passarão a receber o PDP-2 (antes recebiam o PDP-4). Outra importante alteração é que, se o projeto for aprovado, a unidade que alcançar entre 20% e 50% passará a ser contemplada com o prêmio, na categoria PDP-3.

 O texto também traz mudanças para as unidades especializadas, como o Departamento de Repressão ao Crime Organizado, e as Companhias Independentes de Policiamento Especializado que atualmente têm seus resultados vinculados ao desempenho do Estado. A ideia é que seus resultados sejam relacionados aos das áreas integradas onde atuam, facilitando seu acesso à premiação, dando-lhes a possibilidade de receber o PDP-1 ou PDP-2.

 Hoje, durante a solenidade de comemoração dos 192 anos da Polícia Militar o governador anunciou o envio da a nova proposta do PDP para a avaliação dos deputados estaduais. “Enviarei para a Assembleia Legislativa, o projeto de modernização da lei de promoções da Polícia Militar. Em apenas dois anos, conseguimos promover 11 mil policiais, um terço de todo o nosso efetivo, mas queremos avançar e melhorar ainda mais”, disse Rui.

Governo promove capacitação de guardas e bombeiros para o Carnaval

Guardas civis municipais e o Corpo de Bombeiros vão receber capacitação sobre a abordagem de crianças e adolescentes durante o Carnaval. Profissionais das duas entidades participarão de palestras sobre diversas temas, envolvendo o público infanto-juvenil, com o objetivo evitar violações de direitos nos dias de folia. A ação é coordenada pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), com apoio do Centro de Defesa da Criança e Adolescente da Bahia (Cedeca) e da Plan Internacional Brasil.

 “É fundamental que, além de nos mantermos atentos às violações dos direitos humanos e cidadania, possamos contar com a parceria de órgãos como Guarda Civil Municipal e Corpo de Bombeiros, entidades que estarão nas ruas, diretamente em contato com a população e com as crianças e adolescentes”, explica o titular da SJDHDS, Carlos Martins. “Garantir a conscientização dessas entidades é assegurar uma abordagem cidadã de acolhimento, além de aproximar e humanizar as relações entre os agentes e o público infanto-juvenil".

 O treinamento e a capacitação em abordagem de crianças e adolescentes também vão esclarecer e orientar quanto ao atendimento e o devido encaminhamento dos jovens apreendidos durante o Carnaval, conforme estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente. Ao todo, 70 agentes serão capacitados. A primeira oficina formativa acontece na terça-feira (21), com 20 agentes da Guarda Municipal, no Centro de Estudos e Assessoria Pedagógica (Ceap), no Garcia.

 No quarta (22) será a vez dos bombeiros, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, em Simões Filho. “Esse agentes serão multiplicadores do conhecimento, encarregados de repassar o aprendizado a toda corporação”, explica a coordenadora de Proteção à Criança e ao Adolescente da SJDHDS, Iara Farias. Entre os temas que compõem as oficinas estão exploração sexual de crianças e adolescentes, trabalho infantil, responsabilização juvenil, adolescentes em conflito com a Lei, medidas socioeducativas, tráfico de pessoas e trabalho escravo.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Aprovadas contas do Fundeb do último trimestre de 2016


Foram aprovadas sem ressalvas as contas de outubro, novembro e dezembro de 2016 do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb, em Feira de Santana. A aprovação ocorreu durante reunião do Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo, ocorrida na tarde desta quarta-feira, 15, na Sede dos Conselhos Educacionais.

 Durante o encontro, os conselheiros emitiram o parecer final referente ao fechamento do exercício de 2016. Eles analisaram os recursos utilizados no último trimestre do ano passado oriundos do Fundeb, do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE) e pela Quota Salário Educação - QSE. Os encontros do conselho são realizados mensalmente e a cada trimestre é feita a análise das receitas.

Pesquisa estuda impacto da tríplice epidemia na saúde da população feirense


Feira de Santana tem sido fonte para o desenvolvimento de pesquisa com relação a tríplice epidemia – dengue, chikungunya e zika vírus – causada por um arbovírus. Os trabalhos, que foram iniciados em novembro passado no conjunto George Américo, estão concentrados em trinta áreas distribuídas na malha urbana.

 Incluem os bairros Novo Horizonte, Baraúnas, Campo Limpo, Conceição, Parque Ipê, Asa Branca, Irmã Dulce, Sobradinho, além do George Américo, onde foi identificado que mais de 50% dos moradores foram infectados pelo vírus da chikungunya, sendo que destes, 36% tiveram a doença.

 “Esta é uma pesquisa ampla com o objetivo de estudar no tempo (modo longitudinal) o impacto que estas doenças estão causando na saúde da população de Feira. As informações poderão ser úteis para outras cidades que também apresentam a tríplice epidemia”, explica a sanitarista e pesquisadora da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Glória Teixeira.

 Ela, que também é membro do Comitê Nacional de Controle da Dengue, veio ao município nesta quinta-feira, 15, acompanhar as informações já coletadas através de entrevistas. Ao recordar as primeiras pesquisas desenvolvidas sobre a chikungunya, a pesquisadora afirma que a entrada de um vírus num país com muitos centros urbanos pode se dar simultaneamente em espaços diferentes.

“Naquela época, ao interpretarmos os dados, analisamos que o genótipo do vírus da chikungunya que chegou a Feira de Santana era diferente do que estava circulando na América e que havia chegado no Oiapoque. Com isso, estamos sob o risco de novos patógenos o tempo inteiro”.

 A sanitarista destaca ainda que a tríplice epidemia começou no Brasil. “Nunca houve situação no mundo de três arbovírus circulando simultaneamente em espaços urbanos. Os primeiros casos foram registrados no Brasil, nas cidades de Recife, Salvador, Camaçari e Feira de Santana”, recorda acrescentando que “não há ainda um mecanismo capaz de impedir a circulação do vetor. Por isso, as vacinas são extremamente necessárias”.

 A pesquisa é um trabalho conjunto entre a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da Vigilância Epidemiológica, professores da Universidade Estadual de Feira de Santana e da Ufba. Tem financiamento dos ministérios da Saúde e Educação.

Receptivo dá boas vindas aos turistas que chegam à Bahia

Turbantes e pinturas tribais nas boas vindas aos turistas que chegam à Bahia

Na terra, no mar ou no ar, o turista que vier curtir o Carnaval da Bahia terá uma programação especial que o deixará no clima da folia assim que chegar ao estado. A Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) faz receptivo, a partir da quinta-feira (23), nos postos de informações turísticas instalados no Aeroporto Internacional de Salvador, Rodoviária e Mercado do Rio Vermelho, além do Porto de Salvador.

 Baianas tipicamente trajadas darão boas vindas aos turistas nos dias 23 e 24, das 9h às 21h, na área externa dos portões de desembarque nacional e internacional do Aeroporto. Na área interna nacional, onde os turistas poderão fazer pinturas tribais no corpo, um grupo de samba de roda alegrará os passageiros das 9h às 11h30.

 A ação com baianas se repete nos mesmos dias no desembarque da Estação Rodoviária e no Mercado do Rio Vermelho, este último com receptivo também no dia 25, das 9h às 19h, além de um pocket show com músicas carnavalescas às 12h nos dois primeiros dias.

 Uma oficina de turbantes acontece na área interna do desembarque nacional, nos dias 24 e 25, no Aeroporto de Salvador, para caracterizar o turista que quiser chegar já com a indumentária baiana. “Vamos aproveitar a magia que são as tradições locais e mostrar a alegria da Bahia já na chegada dos turistas”, garante o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado.

 No dia 28 de fevereiro, a ação acontece no Porto de Salvador, das 15h às 20h, onde aportam os navios Sovereign e MSC Prezioza, com capacidade para mais de sete mil passageiros, procedentes, respectivamente, do Rio de Janeiro e de Santos. O Rixô Elétrico e baianas distribuindo fitinhas do Senhor do Bonfim darão o clima da folia no espaço no Comércio.

 O receptivo é realizado pela Coordenação de Informações Turísticas e Atendimento da Diretoria de Operações Turísticas da Bahiatursa e tem também como objetivo divulgar o São João da Bahia. Para o diretor de Operações Turísticas, Paulo Vital, trata-se de um serviço necessário para a captação de turistas, que mostra a tradição baiana na arte de fazer amigos e receber bem os visitantes. “A simpatia baiana será a atração principal para que essas pessoas se sintam em casa e queiram voltar para conhecer outros atrativos do estado”.

Forças da Segurança Pública expõem equipamentos em shopping


Entre trajes especiais, fardamento, motos, armas, e diversos equipamentos, quem passar pelo 3º piso do Shopping da Bahia pode conhecer como trabalham e os materiais utilizados pelas forças da segurança pública da Bahia. Na terceira edição, a Expo Segurança 2017 começou nesta quinta-feira (16) e segue, gratuitamente, até o próximo sábado (18). Em diferentes espaços, o público pode conversar com policiais civis, militares, peritos da Polícia Técnica e bombeiros, e conhecer mais sobre o trabalho destes profissionais. No sábado (18), veículos especiais, como helicópteros e viaturas, utilizados em operações também estarão do lado de fora do centro de compras. Todos estes equipamentos estarão à disposição da população durante o Carnaval 2017.

 Para o coordenador adjunto da Superintendência Integrada da Ação Policial (Siap), o major Arnaldo Neto, a ação aproxima o trabalho de segurança pública da população. “Estamos aqui expondo como as polícias e bombeiros se preparam para grandes eventos como o carnaval, atuando de maneira integrada para garantir a paz e a segurança dos foliões e de todos os baianos. Aqui queremos fazer com que as pessoas entendam como trabalhamos para zelar pela sociedade, e, temos tido uma reposta muito positiva. As pessoas ficam muito curiosas, fazem muitas perguntas e, para nós, é uma satisfação apresentar o nosso trabalho”, contou o major.

 Em diversos espaços do terceiro piso do shopping estão expostos equipamentos da equipe da Polícia Civil, incluindo a Coordenação de Operações Especiais, e equipes da Polícia Militar da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Copa), a Polícia de Choque, o Batalhão Rodoviário, além do Grupamento Aéreo (Graer) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Alunos do Colégio da Polícia Militar se integram às ações e também participam da exposição.

 Alguns equipamentos como o traje “nível A” do Corpo de Bombeiros Militar, são novos na exposição, e chamam a atenção por quem passa pela sua cor verde fluorescente. A roupa oferece proteção contra gases corrosivos, tóxicos e produtos químicos líquidos. Além deste, os bombeiros também exibem a câmara térmica contra incêndios, utilizada para localizar pessoas através da temperatura corporal, seja em incêndios ou em casos de deslizamentos e soterramentos. O equipamento ainda alerta aos bombeiros em caso de risco e necessidade de evacuação do local.

 Outra novidade da Expo Segurança 2017 foi a simulação de cena de crime, montada pelo Departamento de Polícia Técnica. A iniciativa integra uma campanha, em parceria com o Ministério Público, para a conscientização sobre a importância de se preservar o local do crime. Os visitantes passam pelo local e ainda conhecem tecnologias como a da luz ultravioleta, capaz de detectar vestígios de sangue e outros materiais biológicos, mesmo em superfícies que aparentemente estão limpas.

 Para o motorista Josenilson Ribeiro, que fez perguntas sobre os equipamentos do Choque, a exposição é muito interessante para conhecer de perto coisas que já viu pela televisão. “A gente consegue ter contato com esses materiais que às vezes estão distantes da realidade, e com a possibilidade de perguntar aos profissionais fica ainda melhor. Gostei muito”, comentou.

Rui dá início à "caravana" do Pacto pela Vida no interior do estado

Governador Rui Costa participa da primeira Reunião Regional do Pacto Pela Vida, no município de Feira de Santana

A cidade de Feira de Santana recebeu, nesta quinta-feira (16), a primeira reunião regional do Pacto Pela Vida (PPV), programa do Governo do Estado que prevê ações integradas para a redução dos índices de violência, além de iniciativas de prevenção social para a população vulnerável. O encontro, liderado pelo governador Rui Costa, foi realizado no 1º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (BEIC) da Polícia Militar, e teve a participação de autoridades do Judiciário, do Legislativo e da Segurança Pública do Estado.

 “Viemos aqui para conversar e acompanhar os detalhes da segurança. É um jeito diferente de fazer o Pacto Pela Vida. Vamos percorrer o estado da Bahia, depois seguiremos para Vitória da Conquista, Itabuna, e Eunápolis, como se estivéssemos em uma caravana. É a caravana da paz, onde a finalidade é aproximar os presidentes de instituições envolvidas com quem está trabalhando na outra ponta, para garantir melhores resultados”, destacou o governador.

 De acordo com o coordenador do Pacto pela Vida, César Lisboa, o objetivo das reuniões itinerantes é garantir maior presença dos poderes envolvidos no sistema criminal. “Com este formato, podemos conversar ainda mais de perto com as regionais, com a presença do Tribunal e do Ministério da Justiça, Defensoria Pública e do Poder Executivo e Legislativo”, afirmou.

 A iniciativa do governador de levar as reuniões para o interior foi aprovada pelo defensor público geral da Bahia, Clériston Cavalcante. “Podermos debater os objetivos e metas do Pacto Pela Vida também no interior é um avanço para todo o sistema da segurança pública. Juntos, também em outras cidades, fora da capital, buscaremos novas soluções para continuarmos diminuindo os índices de violência”.

 O envolvimento da família na luta contra a violência foi mais uma vez citado pelo governador Rui Costa como fundamental para a melhoria dos resultados. “Entendo que nós, como sociedade, também precisamos fazer a nossa parte. Fortalecer os laços de família contribui significativamente para melhorarmos a segurança em nosso estado. A maioria dos homicídios envolve os jovens. Por isso, acredito que a família é insubstituível nesse processo, para que a gente não continue vendo crianças e adolescentes sendo capturados pelo mundo do crime”.

Carros com placa de final 1 têm 5% de desconto no IPVA até o dia 22

Os proprietários de veículos com placa de final 1 têm até 22 de fevereiro para pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em cota única, com 5% de desconto sobre o valor integral. Este é o prazo também para quitação da primeira cota do parcelamento, caso o contribuinte faça esta opção, ficando as demais parcelas agendadas para 27 de março e 27 de abril. Uma última possibilidade é pagar o valor total do tributo, sem desconto, até 27 de abril.

 As datas de vencimento podem ser consultadas no calendário do IPVA 2017, disponível no site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), no Canal Inspetoria Eletrônica. Para realizar o pagamento, basta dirigir-se a uma agência ou caixa eletrônico do Banco do Brasil, Bradesco ou Bancoob, com o número do Renavam. A Sefaz-BA ressalta que não encaminha boleto de pagamento do IPVA para os contribuintes. Em caso de dúvida, o contribuinte pode entrar em contato com o call center da Sefaz, pelo número 0800 071 0071.

 O proprietário que perder o prazo da primeira cota deixa de ter direito ao parcelamento. O pagamento é integrado. É necessário quitar ainda a taxa de licenciamento e eventuais multas relacionadas ao Renavan informado. Os débitos referentes a estes itens também podem ser pagos até a data de vencimento da terceira parcela. É possível ainda fazer parcelamento em até três parcelas dos débitos anteriores do imposto, para pagamento junto com o IPVA 2017.

Instituições convocam candidatos em lista de espera do Sisu

As instituições de ensino convocam a partir de hoje (16) os candidatos da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Estudantes que confirmaram interesse em participar da lista devem acompanhar as informações junto às instituições, já que elas são as responsáveis pela convocação nessa fase.

 A lista de espera é válida para os candidatos não selecionados em nenhuma das opções na chamada regular e aqueles selecionados na segunda opção, independentemente de terem efetuado a matrícula. A participação na lista de espera estava restrita à primeira opção de vaga do candidato.

 Ao todo, o Sisu ofertou 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

 O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), desde que não tenham tirado nota zero na redação. Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

Agência  Brasil 

INPI e Polícia Federal fazem parceria contra golpes no registro de patentes

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) e a Polícia Federal (PF) firmaram acordo para combater golpes em nome do instituto. As autoridades estão preocupadas com o aumento desses casos, como cobrança de pagamento ilegal por telefone ou envio de boleto falso que diz garantir o registro de uma marca ou patente.

 Em 2015, foram registradas 94 denúncias. Em 2016, o número quintuplicou, chegando a 496. Somente em janeiro e fevereiro deste ano, 39 denúncias já foram feitas. São Paulo é o estado com o maior número de fraudes, seguido do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e do Espírito Santo.

 O ouvidor do INPI, Marcos Jaron, explicou que os golpistas usam os dados dos donos de marcas e patentes, que são públicos, para fazer as cobranças ilegais. “Alguns boletos enviados aos usuários têm nosso CNPJ [Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica], nosso endereço, e isso tem causado grande dano ao Brasil inteiro. Por isso, iniciamos esse convênio com a Polícia Federal”, disse. “O INPI não telefona, nem envia boleto ou e-mail para os usuários. O registro de marcas ou depósito de patentes é feito diretamente no sistema, que emite o Guia de Recolhimento Único [GRU]”, informou.

 Os casos devem ser denunciados por meio da Ouvidoria do Instituto, no site oficial, presencialmente ou pelo telefone 21 30373214.

 O INPI enviará as denúncias à Superintendência da PF no Rio de Janeiro para investigação. Quando for o caso, as denúncias serão encaminhadas para outros estados. A Polícia Federal ficará encarregada das operações especiais e investigativas de prevenção e repressão a delitos usando o nome e a imagem do instituto. Integrantes das duas entidades vão elaborar levantamentos estatísticos que facilitem a identificação, prevenção e repressão das práticas fraudulentas. Também estão previstas campanhas educativas sobre o uso do sistema de propriedade industrial e capacitação de pessoal das duas instituições para lidar com o tema.

Agência  Brasil 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Centro Comercial da Estação Nova: uma obra moderna e dentro dos padrões de higiene


Amplo, moderno e dentro dos padrões de exigência da portaria 304 do Ministério da Agricultura, encontra-se em fase final as obras de construção do Centro Comercial da Estação Nova, equipamento que concentrará o comércio de carnes e vísceras da feira-livre da Estação Nova, maior entreposto do gênero na cidade. Os investimentos são do Governo Municipal, através da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec).

 As desgastadas barracas de madeira utilizadas há anos pelos açougueiros serão substituídas por boxes de alvenaria, com paredes e divisórias revestidas em azulejo e balcões refrigerados, destinados tanto para o comércio de carne bovina quanto de suínos, vísceras, peixaria e frango. Contará também com bares e restaurantes.

 Enquanto isso, os operários da Jota Construções, empresa vencedora da licitação pública, estão concentrados na construção da câmara fria e na área de desossa, que será climatizada. A previsão é que em março os serviços sejam finalizados.

 “A fase agora é de acabamento e conclusão da construção da câmara fria. Estamos agilizando os trabalhos para entregar essa obra para a Prefeitura no próximo mês”, afirmou o encarregado da obra, Genivaldo Almeida.

 O Centro Comercial recebeu cobertura metálica e dispõe, ainda, de setor administrativo e bateria de sanitários masculino e feminino.