quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Túnel da Maria Quitéria recebe nome de Divaldo Franco


A Prefeitura de Feira de Santana, reconhece os relevantes serviços prestados aos seus cidadãos pelo médium Divaldo Pereira Franco, e presta-lhe uma homenagem ao colocar o seu nome no túnel localizado na avenida Maria Quitéria. Decreto neste sentido foi assinado pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho.

 Divaldo Franco é um dos filhos de Feira de Santana mais conhecidos em todo o mundo. Nasceu em 1927 e desde 1945 reside em Salvador. Com amigos fundou do Centro Espírita Caminho da Redenção que mantém a Mansão do Caminho, que atende a centenas de crianças, adolescentes, adultos, idosos, nas diversas atividades assistenciais e educacionais.

 Doutor Honoris Causa, Divaldo Franco, através da mediunidade de psicografia, publicou mais de 200 livros, dentre os quais 110 ganharam edições em outros idiomas, incluindo-se também as gravações de seminários, workshops, relatos de viagens, conferências, em fitas de áudio e vídeo, CDs e DVDs.

 Conferencista, já esteve em cinco continentes, e percorreu 69 países, sempre divulgando a Doutrina Espírita. Realizou palestras, seminários, workshops, cursos e conferências em mais de 1.100 cidades. É reconhecido como Líder Religioso, pela ONU (Organização das Nações Unidas); considerado Embaixador da Paz, por organismos internacionais.

Crédito de passagem no cartão Via Feira não será perdido, afirma secretário


O secretário de Transportes e Trânsito, Pedro Boaventura, afirmou que os créditos nos cartões usados para pagar a tarifa no transporte urbano de Feira de Santana, ao contrário do vale-transporte em papel, não perderão validade. O novo valor da tarifa será de R$ 3,30, a partir desta quarta-feira, 18, para o pagamento eletrônico, e de R$ 3,65 para que optar pelo pagamento em espécie.

 Nos próximos 30 dias, a contar do dia 18, o desconto nos cartões será de R$ 3,10, para quem comprou os créditos até esta terça-feira, 17, ou quem já os possuía. A partir do dia 18 de fevereiro, as leitoras dos ônibus serão atualizadas para o novo valor.

 Na ponta do lápis significa que quem tiver 30 passagens remanescentes até17 de fevereiro, que correspondem a R$ 93, no valor atual da tarifa, no dia seguinte vai passar a ter direito a 28 embarques, com a atualização.

 “E vai continuar usando normalmente, até que os créditos findem”, explicou o secretário de Transporte e Trânsito, Pedro Boaventura. “Não haverá perda de crédito, ao contrário do sistema anterior”.

 O pagamento da tarifa urbana em espécie será de R$ 3,65 e aos domingos e feriados, R$ 1,80 – neste caso apenas para o pagamento em dinheiro.

Mutirão de Cirurgias atende na região de Santo Antônio de Jesus

Mutirão de Cirurgias no município de Santo Antônio de Jesus

Até sexta-feira (20), os moradores de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, que têm cirurgias eletivas pendentes no Cadastro Único da Prefeitura estão sendo convocados para o atendimento pré-operatório. As cirurgias serão realizadas a partir do próximo dia 27, no Hospital Regional do município, por meio do Mutirão de Cirurgias, iniciativa da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Os pacientes convocados já saem do pré-operatório com a data da cirurgia marcada. 

O mutirão, que começou em setembro do ano passado, já realizou 3.879 cirurgias de vesícula, hérnia (umbilical, inguinal e epigástrica), útero e mioma, em pacientes de 136 municípios. Os atendimentos são iniciados às 7h, com capacidade para até 140 pessoas diariamente. Os pacientes devem apresentar documento de identificação e cartão do SUS, exames laboratoriais e demais exames recentes. Uma unidade móvel da Sesab está instalada na Avenida Luiz Vianna, no Centro da cidade, para a realização das consultas que antecedem aos procedimentos cirúrgicos, incluindo exames de imagem, raio X, ultrassonografia e eletrocardiograma, que são feitos gratuitamente no local.

 A garçonete Vânia Dias Ferreira, 37, há cerca de um ano foi diagnosticada com um mioma. O mutirão era a oportunidade que ela esperava para fazer a cirurgia. “Pelo fato dos exames serem caros, eu não tinha condições de fazer, assim como muitas outras pessoas aqui. Agora, com o mutirão, eu já consegui fazer os exames e vou fazer a cirurgia, ficou bem melhor”.

 O mototaxista José Carlos Ramos dos Santos, 44, vai fazer uma cirurgia de hérnia. Ele disse que já havia desistido de fazer o tratamento. “Eu estava há quatro meses correndo atrás para tentar fazer essa cirurgia, mas nunca conseguia marcar. Já tinha até desistido. Como houve esse mutirão, facilitou. Para mim, vai ser mais fácil, vou poder me tratar e viver bem melhor”.

 Amargosa

 A coordenadora do mutirão, Paloma Protásio, da Sesab, diz que, a partir de segunda-feira (23), a iniciativa começa a atender os pacientes de Amargosa (centro sul), onde fica por três dias. “Fechamos, assim, a região de Santo Antônio de Jesus. Para participar, o paciente precisa estar cadastrado na Lista Única das prefeituras e o nosso call center vai entrar em contato, informando o dia do atendimento pré-operatório. Por dia, nós temos a capacidade instalada de 140 pacientes e, com isso, ninguém fica horas esperando para ser atendido”.

 Segundo Paloma, quando o paciente chega, passa por um cadastro, realiza todos os exames de imagem, que são ultrassonografia, eletrocardiograma e, para quem tem mais de 45 anos, raio X. “Após os exames, ele já passa pelo médico cirurgião, que vai analisar todos os exames e validar a cirurgia. Sendo validada, a pessoa já sai daqui com a cirurgia agendada. Os pacientes de Amargosa também vão fazer o procedimento no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus”.

Projeto capacita pessoas em situação de rua para o mercado de trabalho

Grupo Superação realiza cursos para população socialmente vulnerável

Uma saída para as adversidades de viver nas ruas rumo a um futuro melhor, com lugar no mercado de trabalho. Vinte pessoas integram a primeira turma do Projeto Superação, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) com instituições parceiras, que tem como objetivo inserir jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho.

 As atividades de formação, que incluem palestras, oficinas e acompanhamento psicológico, são realizadas até o fim de janeiro, nas unidades do Instituto de Saúde Integral (ISI) localizadas nos bairros de Mares e Barbalho, em Salvador. Para o titular da Setre, Álvaro Gomes, o projeto dá oportunidade àqueles que mais precisam. “Essas pessoas estão necessitando de um suporte e nós estamos propiciando isso, o que é uma prioridade e papel do Estado. É um projeto no qual estamos trabalhando com muita dedicação, porque é fundamental para a sociedade. Tudo o que essas pessoas precisam é de uma oportunidade”.

 Nas duas unidades do ISI onde acontecem as formações, as turmas são acompanhadas por assistentes sociais, professores e psicólogos. “Nossa função vai além de treiná-los para o mercado de trabalho, mas também conscientizá-los da responsabilidade e do compromisso que eles estão assumindo”, explica Juliete Barreto, psicóloga do Serviço de Intermediação para o Trabalho (SineBahia) que orienta os 20 participantes na primeira edição da iniciativa.

 Depois de concluir a capacitação, os futuros trabalhadores serão cadastrados e encaminhados para atividades de prestação de serviços gerais em postos que já foram pré-selecionados pelo SineBahia. Morando em um albergue e vendendo água para sobreviver, Adolfo França espera pela oportunidade de trabalhar. “A nossa expectativa aqui é muito grande. Todos estão colaborando. Nós somos os primeiros desse curso e estamos alegres, com vontade de terminar [a capacitação] e conseguir nosso emprego”.

 Embora a primeira turma tenha focado no público masculino e de albergados, a perspectiva é que durante o ano novos grupos do projeto sejam abertas com alunos de outros perfis, como pessoas em processo de ressocialização, egressos do sistema prisional, mulheres em situação de risco por violência familiar, migrantes e transgêneros. O Projeto Pontes para o Futuro, iniciativa da organização Plan International Brasil e do Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC), financiado pela União Europeia, também é parceiro do Projeto Superação.

Bahia é premiada durante feira de turismo em Madri


A importância da Bahia no cenário do turismo internacional foi reconhecida com o prêmio Silvia Zorzanello, entregue nesta quarta-feira (18), durante a Feira Internacional de Turismo (Fitur), em Madri. Outorgada ao secretário do Turismo da Bahia, José Alves, a premiação é uma iniciativa do Grupo Excelências, da Espanha, que atua nos mercados de comunicação e turismo da Espanha, América e Caribe.

 Desde que foi instituída, há seis anos, a premiação é composta por júri formado por sete personalidades de diferentes países com know-how em turismo, arte e gastronomia. Liderados pelo presidente do Grupo Excelências, os jurados fizeram a escolha por meio de voto secreto. O júri levou em conta a força do turismo baiano.

 Em 2016, a Bahia recebeu 600 mil visitantes estrangeiros e mais de 14 milhões de visitantes brasileiros. O fluxo turístico global contribui para o crescimento econômico do estado, em 13 zonas turísticas. Diversos municípios têm ocupação hoteleira entre 95% e 100% durante a temporada de verão, como Porto Seguro, Mata de São João, Cairu e Lençóis.

 A Feira

 Na 37ª edição, a Fitur é considerada uma das maiores feiras de turismo internacional. No ano passado, ela registrou mais de 130 mil participantes. O evento reúne profissionais da indústria do turismo, que buscam trocar experiências, fazer negócios e apresentar novos produtos. A Bahia participa e promove a divulgação dos destinos turísticos no estande montado pela Embratur.

Governador se reúne com 28 prefeitos da região de Feira de Santana para implantar policlínica

O governador Rui Costa assina nesta quinta-feira (19), às 15h, ordem de serviço autorizando a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), por meio da Conder, a iniciar a licitação para construção de uma policlínica de saúde em Feira de Santana. A assinatura do documento ocorrerá durante encontro com prefeitos de 28 municípios da região de Feira de Santana, na sala de reuniões da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Matrícula nas escolas estaduais começa na próxima terça-feira

No período de 24 a 31 deste mês, a Secretaria da Educação do Estado realiza a matrícula na rede estadual de ensino. Os estudantes que vão mudar de escola e os oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 27 cidades podem se matricular via internet. Para isso, é preciso utilizar o código de matrícula que receberam nas suas escolas de origem ao acessar o Portal da Educação. O ano letivo tem início do 6 de fevereiro.

 De acordo com o cronograma da secretaria, o primeiro dia de matrícula – próxima terça-feira, 24 - é direcionado ao estudante da rede estadual de ensino nas seguintes situações - mudar de escola porque a atual não oferece a série subsequente, não renovou a matrícula no período determinado ou mudou de domicílio.

 Entre os dias 25 e 26, a matrícula é para os concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental, regularmente matriculados na rede pública municipal no ano letivo de 2016, em razão das escolas não oferecerem a série subsequente.A matrícula de novos estudantes que forem cursar qualquer série do Ensino Fundamental acontece no dia 27 e do Ensino Médio e suas modalidades, nos dias 30 e 31, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino. 

Além dos estudantes regularmente matriculados na rede estadual de ensino em 2016, também podem fazer a matrícula pela internet estudantes oriundos das redes municipais das seguintes cidades - Itabuna, Nordestina, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Brejões, Camaçari, Catu, Dias D’Ávila, Encruzilhada, Eunápolis, Feira de Santana, Glória, Gongogi, Ipirá, Itaberaba, Itapetinga, Lamarão, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Madre de Deus, Mundo Novo, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, São José da Vitória, Serrinha, Simões Filho e Vitória da Conquista.

 O cronograma de matrícula da rede estadual abrange toda a Educação Básica e suas modalidades, incluindo a Educação Profissional, na qual são oferecidos cursos técnicos de nível médio e de qualificação integrados à Educação de Jovens e Adultos (EJA), de nível Fundamental e Médio. 

Documentação 

 Para a matrícula é preciso apresentar: original do histórico escolar ou atestado de escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo histórico em até 30 dias); original e cópia da certidão de registro civil ou da carteira de identidade (RG); original e cópia do CPF, original e cópia legível, com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, cartão de crédito ou TV por assinatura) e o código do Setps (constante no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador. Mais informações podem ser acessadas no Portal da Educação.

 Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Travessa Niquelânida, no Tomba, recebe pavimentação e pracinha


Atendendo a solicitações dos moradores da Travessa Niquelândia, no bairro Tomba, a Prefeitura Municipal está prestes a entregar à comunidade a pavimentação, a paralelepípedo, desta artéria que faz limite com a rua Senador Quintino.

 De acordo com o prefeito José Ronaldo de Carvalho, que visitou as obras, na manhã desta terça-feira, 17, num dos extremos da travessa, cujo calçamento é resultado das sobras de pedras de outras pavimentações que vêm sendo implantadas na cidade, será construída uma pracinha equipada com bancos e mesinhas.

 O prefeito, que este acompanhado dos secretários José Pinheiro, de Desenvolvimento Urbano, e Edson Felloni, da Cultura Esporte e Lazer, informou que este aprazível logradouro “será um espaço para o lazer e jogos de entretenimento”.

Moradoras da Serraria Brasil elogiam operação de limpeza realizada pela SESP


A dona de casa Laura Santos varria com pressa as folhas que caíram da árvore plantada à frente da sua casa. E elogiou o trabalho realizado pela Secretaria de Serviços Públicos, na Serraria Brasil, no final de semana. “Quanto mais limpa a rua, melhor para os moradores do bairro, para a nossa saúde”, afirmou.

 Ela mora à rua Cupertino Lacerda. “Agora depende dos moradores para que as coisas continuem bonita como estão”. A SESP retirou lixo e entulho das ruas, e recolheu objetos que os moradores consideravam inservíveis, mas que mantinham dentro das suas casas, na Operação Bota Fora, como móveis e eletrodomésticos.

 Para Luzia Fonseca, que mora à rua Aderbal Miranda, ruas e quintais limpos é sinônimo de prevenção à doenças. “Tive dengue e chikungunya, por isso acredito que a limpeza é fundamental para a prevenção do mosquito aedes aegypti”.

 Moradora à rua Américo Vespúcio, a dona de casa Maria da Glória Teles afirmou que a coleta de lixo no bairro é feita diariamente, exceto aos domingos. “As pessoas não tem por quê jogar lixo nas ruas”. Afirmou que a operação limpeza realizada pela SESP deixou as ruas um brinco. “Agora os moradores devem colocar as sacolas antes dos carros passarem, porque eles não atrasam”.

Bairro da Queimadinha ganhará UPA 24 Horas


Em fase de conclusão, as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Queimadinha receberam a visita do prefeito José Ronaldo de Carvalho, na manhã desta terça-feira, 17. A nova UPA se caracterizará pelo atendimento de saúde de complexidade intermediária, situado entre a Atenção Primária à Saúde e a Rede Hospitalar. Dotada de 14 leitos, tem capacidade para prestar atendimento a 300 pacientes/dia.

 A unidade, que funcionará durante 24 horas, compõe uma rede organizada de atenção às urgências, também em conjunto com a Atenção Primária à Saúde e a Rede Hospitalar. De acordo com a enfermeira Michelle Teixeira, da Supervisão Geral das Policlínicas, uma das competências da unidade de saúde “é prestar atendimento resolutivo e qualificado aos pacientes acometidos por quadros agudos ou agudizados de natureza clínica, e aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial”.

 Segundo a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, apesar da sua complexidade, prevista para fazer a cobertura de 200 mil habitantes, a UPA não pode ser confundida como um hospital. “Atenderemos a exames de Raios X, serviços laboratoriais e pronto atendimento. Não se trata de uma internação hospitalar. Estabiliza-se o paciente, de modo a definir, em todos os casos, a necessidade ou não de encaminhamento a serviços hospitalares de maior complexidade”, ponderou.

 O prefeito José Ronaldo também esteve acompanhado dos secretários Justiniano França, dos Serviços Públicos; José Pinheiro, Desenvolvimento Urbano; e Edson Felloni, Cultura, Esporte e Lazer.

Ação da Seagri dá novo fôlego à produção de algodão

algodão

A região sudoeste já sente os reflexos positivos da Portaria n°229 de 1° de junho de 2016, da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura do Estado (Seagri), que suspendeu o vazio sanitário do algodão - período de ausência de plantas vivas do algodoeiro ‘soqueira’ e ‘tigueras’ no campo – por dois anos, mediante atendimento de exigências preestabelecidas. Em comparação com a safra 2015/2016, com 8.276 mil hectares de área plantada, a perspectiva é que a safra 2016/2017 tenha área expandida em cerca de 21,1%. “O nosso objetivo foi oferecer aos produtores da região novo fôlego para a retomada da produção de algodão”, afirma secretário estadual da Agricultura, Vitor Bonfim.

 Segundo o diretor-executivo da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Lidervan Mota Moraes, a estimativa é que o plantio, que teve início na segunda quinzena de outubro de 2016, com áreas ainda sendo semeadas, alcance 10.025 mil hectares cultivados. A portaria abrange os municípios do Território de Identidade Sertão Produtivo e do Território Velho Chico - as regiões de Bom Jesus da Lapa, Igaporã, Malhada, Matina e Riacho de Santana, que adquiriram novo fôlego para retomar a produção de algodão.

 “A produção de algodão crescia na região, porém, diante da intensa escassez de chuvas, há pelo menos três anos, registrou-se queda de 30 mil arrobas para 12 mil, e, na última safra, oito mil arrobas, migrando de 250 mil hectares plantados, na década de 80, auge da cotonicultura (produção de algodão) no sudoeste, para pouco mais de 8 mil hectares”, enfatiza Bonfim.

 Ainda segundo o secretário, “a produção de algodão, por conta das condições climáticas da região, é a principal atividade viável e com potencial de crescimento, podendo se tornar um vetor de desenvolvimento como já acontece no oeste, de forma sustentável, sem colocar em risco a sanidade vegetal do Estado”.

 A portaria faz uma adequação à normativa federal, que estabelece o vazio sanitário para a cultura do algodão no Estado da Bahia, no período de 20 de setembro a 20 de novembro de cada ano, como já acontece em outros estados, a exemplo de Minas Gerais, que exclui da obrigatoriedade as propriedades produtoras de algodão localizadas abaixo de 600 metros de altitude nas regiões Noroeste e Norte de Minas. “O Estado de Minas faz fronteira com a região baiana e possui condições de clima e solo semelhantes. O sudoeste não deve efetuar o plantio do algodão da mesma forma que o oeste, diante da distinção climática e nível pluviométrico entre as regiões”, diz o secretário.

 As propriedades são monitoradas pela Abapa e fiscalizadas pela Adab. No período de dois anos de suspensão do vazio, por meio do monitoramento e análise dos riscos, com o suporte dos institutos de pesquisa, estão sendo mensurados os resultados e impactos da mudança, como forma de prevenção contra doenças e pregas nas lavouras, a exemplo do Bicudo (Anthonomusgrandis), besouro considerado a principal praga do algodoeiro. A Adab faz a inspeção das propriedades, e, diante do não cumprimento das exigências sanitárias estabelecidas, o produtor é multado.

Professores e gestores discutem Educação Profissional na Bahia


Mais de 400 professores e gestores da rede estadual participam, nestas terça (17) e quarta-feira (18), em Salvador, do 'I Seminário do Fórum Baiano da Educação Profissional'. O evento tem o objetivo de discutir as ações voltadas para o ano letivo 2017 na rede estadual, que oferta 108 mil novas vagas para cursos técnicos de nível médio e de qualificação profissional para jovens e trabalhadores, em todos os Territórios de Identidade da Bahia.

 Presente no evento, nesta terça (17), o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, falou sobre a Inovação Tecnológica e Educação Profissional no Estado da Bahia e destacou os desafios para a Educação Profissional. “A nossa estrutura na rede tem que ser uma estrutura de apoio, de suporte, preparada e pronta para atender o dever que vem das escolas. Então, este seminário tem muito mais uma característica para a gente identificar e, ao mesmo tempo, começar a discutir os novos desafios para este novo tempo, o desafio de mexer na escola, de alterar metodologia, de alcançar os nossos estudantes e permitir que a escola seja um ambiente agradável e de desejo destes estudantes e uma escola integrada à cidade, ao Território e à vida das pessoas”, afirmou o secretário.

 O superintendente da Educação Profissional do Estado, Durval Libânio, comentou que 2017 será um ano especial e de muitas novidades. Ele anunciou que a rede estadual de Educação Profissional ganhará um Centro de Produção Cultural e Design, em Salvador, que terá parceria da Orquestra Neojibá, da Secretaria de Cultura do Estado (Secult) e do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), na formação dos estudantes desta área profissional.

 O superintendente também ressaltou a instalação de outros centros, como o Centro Industrial, em parceria com o Sistema Fieb e a Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial do Estado (Sudic), além de um Centro de Empreendedorismo e de mais três Centros de Educação no Campo, que terão cursos em regime de alternância atendendo, especialmente, quem trabalha e mora em áreas rurais. Outra novidade que também vai beneficiar os estudantes de áreas remotas da Bahia é a oferta da Educação Profissional por Intermediação Tecnológica (Eptec). Serão ofertadas ainda 10 mil vagas da Educação Empreendedora para estudantes e 200 professores da rede estadual vão receber qualificação do Sebrae.

 “A nossa rede estadual cresceu muito e, neste momento, percebemos a necessidade de qualificarmos esta rede. Para isto, os esforços estão sendo feitos. Acreditamos que estas parcerias vão contribuir para que a gente oferte mais e melhores cursos de Educação Profissional e suas diversas modalidades, bem como promova a integração do Ensino Médio e o Ensino Superior”, destacou o superintendente.

Operação Paz no Trânsito aborda mais de 2 mil veículos na capital e no interior do estado

A temporada de férias e as festas de verão que antecedem o Carnaval vêm acompanhadas do aumento no número de veículos que trafegam em Salvador e nas estradas baianas. Entre os dias 2 e 15 de janeiro, 2.167 veículos foram abordados, 820 notificados e 282 removidos, durante a operação “Paz no Trânsito”, em blitze de alcoolemia realizadas em Salvador, Candeias, Simões Filho e Lauro de Freitas, Feira de Santana e Juazeiro.

 O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) e a Polícia Militar atuam conjuntamente na promoção de ações educativas e de fiscalização na capital e no interior do estado. As abordagens alcançaram 4.222 pessoas.

 Segundo o coordenador de Fiscalização do Detran, capitão Márcio Santos, a operação “Paz no Trânsito” vai acontecer em outras regiões do estado, ainda este mês, e será montado um esquema especial para o Carnaval. “O trabalho da parceria Detran/PM é contínuo. Vamos avançar pelo interior e na folia momesca de Salvador teremos uma ação forte e estratégica, com o objetivo de garantir segurança a baianos e turistas que estarão circulando pela cidade”.

Bahiatursa credencia bandas e artistas para Carnaval

Bandas, grupos musicais e artistas individuais que se interessarem em participar do Carnaval 2017 promovido pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), têm até esta sexta-feira (20) para se inscrever. O Chamamento Público nº 003/2016 obedece à Lei Estadual nº 9.433/05, que possibilita a contratação dos interessados que preencham as condições exigidas.

 As inscrições devem ser feitas das 8h30 às 18h, no Protocolo Central da Bahiatursa, no Palácio Rio Branco, localizado na Praça Tomé de Sousa, no Centro de Salvador. O credenciamento tem o objetivo de compor a programação artística da festa, que acontece de 23 a 28 de fevereiro, em na capital e região metropolitana. Cinco etapas compõem o projeto - inscrição, habilitação, qualificação, convocação e contratação.

 Os critérios avaliados são portfólio da atração, a exemplo de release, currículo, clipagem e Cds, que permitam a verificação da consistência e pertinência da proposta artística e do grau de inserção no cenário musical do Carnaval, entre outros. Bandas ou artistas podem receber cachês que variam de R$ 5 mil a R$ 15 mil. O resultado da etapa de qualificação será divulgado no site oficial da Bahiatursa e no Diário Oficial do Estado em até sete dias úteis após o encerramento das inscrições. 

Mais informações estão disponíveis no site oficial da Bahiatursa.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Artesãos do Feira Produtiva expõem no Mercado de Arte


Bonecas de lã, chaveiros, colares e necessaire. Estes são alguns dos itens produzidos artesanalmente pelo grupo de mulheres “Mãos que Realizam” expostos a comercialização no Mercado de Arte Popular. O grupo, que atende mulheres de diversos bairros de Feira de Santana, é contemplado pelo projeto Feira Produtiva.

 A partir desta segunda-feira, 16, pelo menos três comunidades urbanas e rurais, assistidas pelo Feira Produtiva, estarão expondo no Mercado de Arte. As segundas, quartas e sextas-feiras o espaço será reservado para o artesanato. Já as terças e quintas-feiras para o segmento de alimentos, quando serão colocados a venda sequilhos, cocadas, bolos, beijus e compotas.

 O Feira Produtiva é executado pela Secretaria de Desenvolvimento Social e visa melhorar as condições de vida das pessoas, através da capacitação, orientação e suporte para o trabalho.

 De acordo com o assistente técnico do projeto, Gerinaldo Lima, todas as atividades desenvolvidas são baseadas nos princípios da economia solidária. “Além da zona urbana, todos os distritos já são atendidos pelo Feira Produtiva, que tem gerado trabalho e renda para as comunidades”, disse. Moradora do Feira VII, Luzini Oliveira, 43, participa do Grupo Mãos que Realizam. Desde os 16 anos, ela se dedica ao artesanato. “Comecei fazendo laços infantis. Me aperfeiçoei através de cursos e hoje já faço trabalhos com materiais recicláveis”, conta.

 Foi no artesanato que Luzini encontrou a oportunidade de gerar renda. “O que eu produzia vendia para os vizinhos e conhecidos. Mas, depois do Feira Produtiva, saí do anonimato para vender em feiras, espaços públicos e agora, no Mercado de Arte. Isso é muito gratificante”, revela.

 Evanilda Correira é também artesã. Boa parte do seu dia é dedicado a produção de bonecas de pano, pesos de porta, bichos de pelúcia e chaveiros. “Faço tudo com amor. Esse é o segredo para a qualidade do meu produto”, diz.

 O estande do Feira Produtiva vai funcionar de segunda a sexta-feira. Será feito um sistema de rodízio, de modo que todas as associações possam expor durante o mês. O espaço está localizado na entrada do Mercado de Arte, na área do Centro de Informações Turísticas.